The Grays

De onde: San francisco, California

Quando:1993 – 1995

Que som é esse: Com o fim da banda de Power pop, “Jellyfish”, o guitarrista e vocalista, Jason Falkner chamou o amigo, Jon Brion e mais dois colegas para formar o Grays.
Ainda com forte influência de sua antiga banda, Jason continuou a compor canções estilo Power pop porém agora com uns toques de rock alternativo e guitarras mais distorcidas. O resultado foi à banda de rock perfeita para qualquer rádio que (obviamente) tocasse rock. O único problema foi que a banda foi atropelada pela competitividade das bandas do seguimento alternativo, ficando as margens do sucesso, emplacando apenas um hit que chegou a ser ouvida nas rádios americanas por pouco tempo “The Very Best Years”.
A banda se desmanchou em 95, onde cada musico resolveu ir para seu caminho e arriscar a vida na carreira solo.  Jason Falkner formou o Imperial Drag e seu amigo Jon Brion, arriscou trabalhar com trilhas sonoras de filmes, logo para bons filmes, e logo para blockbusters, como: Brilho eterno de uma mente sem lembranças (de Jim Carrey) e Magnólia. (se deu bem pra caralh*)

Deixando o único álbum da banda “Ro Sham Bo” de 1994 como (The Very Best Lost Pearl from the 90s” (a melhor pérola perdida dos anos 90).

Parece com: Jellyfish, Matthew Sweet, The Posies, Eric Matthews e The Smithereens.

The Grays – Very Best Years(1994)

The Grays – Nothing Between Us (1994)

The Grays – Both Belong (1994)

The Grays – Very Best Years

“Okay it started a long time ago when I was a little boy
Sometimes a little one don’t do what he’s told and mother puts back his toy

Yes there is something you can do my love
Won’t you help me through these troubled times
And serve to remind
That everything is gonna be alright despite my fighting bitter tears
These are the very best years

These days father’s not the man that we knew and you know we get so low
That’s when you find me alone with my will, and my wine, and these scars that show

I was just five years old
had this dream that took me far away
and brought me here today
where my hopes and fears
are gathered around
can’t you feel them hangin’ round

Yes there is something you can do my love
Won’t you help me through these troubled times
And serve to remind
That everything is gonna be alright despite my fighting bitter tears
And serve to remind
Yes everything is gonna be alright despite my fighting bitter tears
‘Cause these are the very best years, yeah

These are the very best years”

Álbuns Recomendados:

Ro Sham Bo (1994)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s