Gobblehoof – Freezeburn (Review)

De vida curta, a banda apenas lançou um álbum: FreezeBurn, produzido pelo gênio maluco das guitarras distorcidas do Dinosaur Jr, J Mascis, que ainda domou a bateria da banda durante as gravações, (alias um ótimo trabalho, sendo que Mascis estava longe da bateria há quase uma década desde o fim de sua primeira banda “Deep Wound”). A banda também carregava consigo outro antigo membro do Deep Wound: Charlie Nakajima, agora retornava aos vocais.

Partindo de primeiras ouvidas, surpreendentemente a sonoridade da banda passa longe de qualquer coisa relacionada ao rock indie do Dinosaur Jr. Tudo é muito mais pesado em relação…bem a tudo. O som é mais puxado para o grunge e o metal, claro impossível uma banda  de rock não sofrer nenhuma influência de Seattle nesta época, mas mesmo assim surpreenderia qualquer seguidor do Mascis.

Vocais pesados que lembram um hibrido de Iggy Pop misturado com Nick Cave e Melvins, reforçam o aspecto pesado do trabalho, realmente gostaria de saber que fim levou  Charlie Nakajima, pois a voz dele era realmente uma raridade.

Álbum pesado logo guitarras pesadas, solos excepcionalmente em quase cada canção não importando sua duração,tudo perfeitamente alinhado para  fazer o gosto de qualquer headbanger que esteja pronto para conhecer mais uma banda que ficou esquecida nos anos 90.

Melhores faixas: Sintax, Nomad Lust, Seed, Death e Headbanger (Windshield).

Nota: 4,1/5

Gobblehoof – Headbanger (windshield) (1992)

Gobblehoof – Sadist (1992)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s